IBGE: 4 milhões de brasileiros recorreram a empréstimo na pandemia

Cerca de 82% dos domicílios em que algum morador solicitou empréstimo conseguiram o crédito financeiro

Em cerca de 4 milhões dos domicílios (5,9% do total) algum morador solicitou empréstimo para enfrentar a pandemia do novo coronavírus. Desse total, 762 mil não tiveram o crédito aprovado.

Dessa maneira, em 3,3 milhões de domicílios a solicitação foi atendida, ou seja, foram beneficiados cerca de 82% dos domicílios em que algum morador solicitou empréstimo.

Os dados, que fazem parte da pesquisa Pnad Covid-19 mensal, foram divulgados na manhã desta quinta-feira (20/8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Entre os que solicitaram e não conseguiram empréstimo, 59,2% pertencem às duas classes de rendimento mais baixas, que recebem menos de um salário mínimo”, diz a coordenadora da pesquisa, Maria Lúcia.

A maior fonte de empréstimos, segundo o IBGE, foram os bancos e outras instituições financeiras (75,7%). Em 23,6% domicílios algum morador conseguiu empréstimo com amigos ou parentes.