*
 

O Ibovespa, índice que reúne as principais ações da Bolsa, atingiu nesta sexta-feira, (15/9) sua maior pontuação histórica durante o pregão. Às 12h17, o indicador chegou aos 75.367 pontos, em alta de 0,95%. Um pouco mais tarde, às 12h34, o Ibovespa desacelerava a alta e marcava ganhos de 0,77%, aos 75.231 pontos.

As ações das siderúrgicas lideravam as altas, após terem caído na última quinta-feira, com os papéis da Usiminas e CSN avançando mais de 3%. Segundo operadores, os fundamentos para o setor continuam sólidos e há melhora dos indicadores no Brasil, além de tentativas do governo para ampliar os investimentos em infraestrutura.

Os papéis da Vale, por outro lado, têm alta mais tímida, pressionados por nova queda de 2,51% do preço do minério de ferro na Ásia e pela paralisação das atividades de mineração de Onça Puma. Vale PNA sobe 1,39% e a ON avança 1,37%.

Apesar de haver a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer feita pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o risco Brasil recua hoje, segundo aponta o indicador de contrato de swap de default de crédito (CDS, na sigla em inglês). Há pouco, o CDS de cinco anos recuava 0,51%, aos 180,846 pontos-base, de acordo com o gerente da mesa de derivativos de uma gestora de recursos.

“O ambiente aqui está calmo, ninguém está dando importância para o Janot, mas é normal alguma realização (nos juros) antes do fim de semana. Mas a tendência continua sendo de queda dos juros e alta da Bolsa”, comentou Paulo Petrassi, sócio-gestor da Leme Investimentos.

JBS ON tem novo dia de valorização, de 3,61%, a R$ 8,90. Desde a prisão de Wesley Batista, presidente e sócio, na quarta-feira, 13, as ações acumulam valorização de 10,15%.

Operadores do mercado afirmam que segue a expectativa pela saída de Wesley à medida que novas provas surgem contra os irmãos Joesley e Wesley Batista. Mensagens de WhatsApp no celular de Wesley indicam que partiram do próprio empresário as ordens para compra de dólares no mercado futuro, segundo a Polícia Federal.

O grupo de maiores altas do índice é composto também por Klabin units (+3,35%), Eletrobras PNB (+3,18%), BRMalls ON (+3,02%), Qualicorp ON (+2,84%) e Weg ON (+2,51%).

 

 

COMENTE

Ibovespaeco
comunicar erro à redação

Leia mais: Economia