Dólar tem alta e chega perto de R$ 5,50; Bolsa registra queda

Moeda norte-americana fechou essa quarta-feira (22/04) cotada a R$ 5,4092. Este é o maior valor nominal da história

atualizado 23/04/2020 14:57

notas de dólarMarcello Casal Jr./Agência Brasil

Após bater novo recorde nominal de fechamento na quarta-feira (22/03), o dólar opera em alta nesta quinta-feira (23/04). Às 14h51, era vendido a R$ 5,4855, variação positiva de 0,53%, segundo o site Br Ivesting.

Este é o maior valor nominal (descontado a inflação) alcançado desde o início do Plano Real, em 1994.

A moeda norte-americana fechou essa quarta-feira (22/04) com um novo recorde de fechamento: R$ 5,4092 (+1,91%).

A expectativa é de novo corte sobre a taxa Selic, atualmente em 3,75%, o que eleva indiretamente o valor do dólar no país.

Bolsa de Valores

O Ibovespa, índice que mede as ações na Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, opera com uma queda de 2,26%, aos 78,9 mil pontos.

As ações que mais se destacam são as da Companhia Siderúrgica Nacional e da Metalúrgica Gerdau.

O índice encerrou o pregão dessa quarta com 80,6 mil pontos (+2,17%).

Com exceção das Bolsas chinesa e australiana, as ações no mercado oriental fecharam esta quinta-feira com números positivos. Na Europa, a alta é generalizada.

Análise

Segundo o economista Ciro de Almeira, da G2W Investimentos, a alta nessas ações se justifica em um aumento na procura por alguns produtos em um momento que ele qualifica como uma espécie de “pós-pandemia”.

“Com a doença já ‘sob controle’ nos países asiáticos, principalmente na China, as exportações destes produtos que estavam represadas durante março e o começo de abril voltaram”, explica.

Segundo ele, os investidores também estão observando que os preços vão voltar para o patamar pré-crise. “Estão aproveitando para comprar agora”, complementou.

Mais lidas
Últimas notícias