Dólar cai e é negociado abaixo de R$ 5; Bolsa sobe mais que 9%

Estados Unidos anunciaram acordo entre o governo e o Congresso, que injetará US$ 2 trilhões na economia

atualizado 25/03/2020 15:57

O dólar registra uma queda nesta quarta-feira (25/03), voltando a ser vendido abaixo de R$ 5. Nos primeiros minutos, a moeda americana marcou alta de 0,34%, sendo cotado a R$ 5,0988 na modalidade comercial. Esse registro foi feito às 9h50. Mais tarde, às 15h34, a queda era de 1,71%, valendo R$ 4,9947.

Na terça, o dólar comercial caiu e fechou em queda de 1,1%, a R$ 5,082, após subir 2,21% no pregão de segunda-feira (23/03). No ano, a moeda acumula alta superior a 25%.

Bolsa de Valores
O principal indicador da Bolsa brasileira, o Ibovespa, apresenta alta durante esta terça-feira, voltando ao patamar de 70 mil pontos. Às 15h55, as ações marcavam 76,1 mil pontos (9,47%).

Em dias conturbados, a Bolsa brasileira fechou essa terça-feira em alta de 9,69%, aos 69,7 mil pontos. Na véspera, a B3 tinha atingido o menor nível desde julho de 2017.

Principais bolsas asiáticas fecharam esta quarta-feira com alta superior a 2%. A Nikkei 225, de Tóquio, registrou crescimento de 8,13%.

Contexto
Os mercados internacionais apresentam melhora significativa após anúncio de injeção de US$ 2 trilhões na economia norte-americana.

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump e a Congresso americano chegaram a um acordo. Vai ser “o maior pacote de estímulos da história moderna do país”, segundo a imprensa local.

Últimas notícias