A cada R$ 1 produzido pela indústria são gerados R$ 2,43 na economia

A informação consta num levantamento das principais características do setor, em comemoração ao Dia da Indústria, nesta terça-feira (25/5)

atualizado 24/05/2021 11:38

Getty Images

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou, nesta segunda-feira (23/5), que para cada R$ 1 produzido pela indústria são gerados R$ 2,43 adicionais na economia, ante um rendimento de R$ 1,75 na agricultura e R$ 1,49 no setor de serviços.

A informação consta num levantamento das principais características do setor nos 26 estados e no Distrito Federal, em comemoração ao Dia da Indústria, nesta terça-feira (25/5).

De acordo com o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, apesar de todas as oportunidades desperdiçadas pelo Brasil ao longo dos anos, o país continua dispondo de uma boa base industrial.

“Temos uma estrutura industrial diversificada, com empresas inovadoras; competência acumulada na área de ciência e tecnologia; e empresários e trabalhadores que sempre foram capazes de realizar grandes feitos quando confrontados com ambientes propícios e políticas adequadas”, afirma o Robson Braga de Andrade.

O levantamento também mostra que o setor representa 20,4% de todas as riquezas produzidas no Brasil. Mesmo assim, é responsável por 33% do pagamento dos tributos federais, 31,2% da arrecadação previdenciária, 69,2% das exportações brasileiras de bens e serviços e 69,2% do investimento empresarial em pesquisa e desenvolvimento.

“As boas práticas internacionais demonstram que nações bem-sucedidas na promoção da competitividade combinaram as políticas industriais e macroeconômicas com iniciativas transversais, que se reforçam mutuamente para estimular o crescimento, a inserção internacional e as vantagens competitivas” afirma Robson Braga de Andrade.

São Paulo

A pesquisa aponta que, atualmente, no país, onde mais isso ocorre é no estado de São Paulo, que representa 29,8% do Produto Interno Bruto industrial (PIB) do Brasil e 54,2% do PIB da região sudeste.

Por lá, a indústria do estado paga um salário médio aos trabalhadores de R$ 3.375, enquanto a média nacional é de R$ 2.792.

No Distrito Federal, os números caem. O DF representa apenas 0,7% do PIB industrial do Brasil e 11% da região Centro-Oeste. O salário também é reduzido quando comparado a São Paulo. A indústria do estado paga uma remuneração média de R$ 2.426.

Dia Nacional da Indústria

O Dia Nacional da Indústria foi escolhido em homenagem ao patrono da indústria nacional, Roberto Simonsen, que faleceu em 25 de maio de 1948.

Simonsen foi engenheiro industrial, administrador, professor, historiador e político, além de membro da Academia Brasileira de Letras (ABL). Ainda, foi presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Últimas notícias