Dezenas de livros didáticos de colégio são descartados em rio

A diretora da escola de Itaguaí (RJ) disse que o material foi doado de forma regular e a instituição não foi responsável pelo descarte

atualizado 17/01/2020 21:56

Dezenas de livros didáticos com a identificação do Colégio Estadual Sandra Roldan Barbosa, localizado no município de Itaguaí (RJ), foram encontradas no rio Mazomba, na zona rural do Rio de Janeiro. As informações são do G1.

O material encontrado no rio estava fora da validade determinada pelo Ministério da Educação, mas não poderia ser descartado dessa maneira. Os livros, que estavam dentro e fora da água, foram achados por moradores da região. Eles fizeram fotos do material e denunciaram o descaso com a natureza e com a educação .

Kelen Apter, a diretora do Colégio Estadual Sandra Roldan Barbosa, se defendeu das acusações contra a instituição de ensino pelas redes sociais. Ela informou que os livros não foram descartados pela instituição. De acordo com a diretora, o material foi doado de forma regular e a instituição não foi responsável pelo descarte no rio.

“Cada diretor tem autonomia para doar os livros fora da validade para ONGs, bibliotecas e entidades e até para reciclagem. Todo o processo de doação é registrado num documento com duas vias assinado pela escola e por quem recebe a doação”, disse a diretora.

Um inquérito foi aberto pela  Polícia Civil.

Últimas notícias