Coronavírus não interrompe prostituição no Centro de Belo Horizonte

Em um vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver um segurança na porta de um dos prostíbulos, verificando a temperatura dos homens

atualizado 30/06/2020 19:22

Mais de 100 dias de isolamento social e todos estão seguindo a quarentena. Todos? Não! No entra e sai dos famosos hotéis “sobe e desce”, no Hipercentro de Belo Horizonte, o movimento é constante. E a prostituição não para, mesmo com o crescente número de contaminados pelo novo coronavírus na capital mineira.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver um segurança na porta de um dos prostíbulos, verificando a temperatura dos homens na entrada. A maioria, usa máscaras. Nas imagens, a pessoa que faz o flagrante narra: “O p**eiro abriu…E o p**eiro [está] funcionando normalmente. Exigindo a máscara, temperatura de febre para não contaminar as meninas, mas o famoso “Brilhante” [está] fechado”.

Leia a reportagem completa em BHAZ, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias