CNI: para brasileiros, é possível proteger e desenvolver a Amazônia

A pesquisa foi realizada no âmbito dos preparativos para o Fórum Mundial Amazônia+21, que acontecerá online entre os dias 4 e 6 de novembro

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que o meio ambiente é sim uma preocupação dos brasileiros. Segundo balanço divulgado, 98% se dizem preocupados com o meio ambiente.

Embora o número seja alto, outro fator chama a atenção: 95% concordam que é possível alinhar progresso econômico com a conservação da região. Além disso, oito em cada 10 brasileiros acreditam que o país é capaz de explorar a floresta de forma inteligente, preservando os recursos naturais.

“É fundamental construir um modelo consistente de desenvolvimento que mantenha a floresta em pé e, ao mesmo tempo, promova o crescimento econômico e social da região. Trata-se de um desafio complexo, que precisa ser enfrentado com urgência. Se fizermos as escolhas certas agora, inúmeras possibilidades se abrirão e o Brasil poderá ser o líder mundial da economia de baixa emissão de carbono e da bioeconomia”, afirma presidente da CNI, Robson Braga de Andrade.

A pesquisa foi realizada no âmbito dos preparativos para o Fórum Mundial Amazônia+21, que ocorre entre os dias 4 e 6 de novembro e reunirá dezenas de especialistas, empresários e gestores públicos para debater caminhos para o desenvolvimento sustentável da Amazônia. O evento é aberto, on-line e gratuito.

Responsáveis pela floresta

De maneira geral, os brasileiros creditam aos indígenas, ribeirinhos e quilombolas a responsabilidade pela preservação da Amazônia. Entre os que têm feito bem esse papel, também estão as ONGs ambientalistas e as universidades.

Na outra ponta, os atores que menos contribuem para a preservação do bioma, na opinião dos entrevistados, são, respectivamente, fazendeiros e pecuaristas (42% de avaliação ruim/péssimo), Congresso Nacional (40%), governos estaduais (36%), governo federal (35%), países estrangeiros (35%) e empresas que atuam na região (35%).

Fórum Amazônia+21

O Fórum Amazônia+21 é uma iniciativa para mapear perspectivas e buscar soluções para temas relacionados ao desenvolvimento da região e melhoria da qualidade de vida dos mais de 20 milhões de cidadãos que vivem na Amazônia Legal.

O programa é uma realização da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero), Agência de Desenvolvimento de Porto Velho e Prefeitura de Porto Velho, com apoio da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Governo do Estado de Rondônia.