Sete a cada 10 crianças brasileiras têm o próprio celular antes dos 10 anos

Metade dos pais entrevistados na América Latina afirmou que os filhos possuem ao menos um perfil em mídias sociais

atualizado 16/06/2020 18:30

iStock

Quase metade das crianças brasileiras usam um dispositivo conectado pela primeira vez antes dos seis anos. E mais de 70% delas ganham seu primeiro smartphone ou tablet antes de completar 10 anos. Estes são alguns dos resultados revelados pelo estudo Crianças Digitais, realizado pela empresa de cibersegurança Kaspersky em parceria com a consultoria de pesquisa CORPA, e que entrevistou pais e mães, das classes A, B e C, com filhos de até 18 anos em seis países da América Latina (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru).

Ainda de acordo com a pesquisa, metade dos pais entrevistados na América Latina afirmou que os filhos possuem ao menos um perfil em mídias sociais; ao mesmo tempo, 15% deles admitiram ignorar completamente as informações que as crianças compartilham na internet. O Brasil lidera este quesito, com 56% das crianças tendo alguma conta em redes como WhatsApp, Instagram, YouTube e Facebook. Em seguida aparecem os chilenos (55%), argentinos (53%) e mexicanos (48%). Completam a lista os colombianos (45%) e os peruanos (44%). Dos 50% dos jovens que mantém contas em redes sociais, 40% as criaram e acessaram diretamente sem a supervisão de seus pais. Os outros 10% tiveram seus perfis criados pelos pais, que também os gerenciam.

Leia mais no Hardware, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias