*
 

Você é do tipo que detesta ficar sem bateria? Então, aqui vai uma boa notícia: O Galaxy Note 9, novo smartphone da Samsung, foi planejado para pessoas utilizam ativamente o celular durante todo o dia. Em um teste realizado pelo Metrópoles que incluiu o uso de redes sociais, visualização de vídeos, músicas, games e ligações, ou seja, a constante utilização do aparelho, foi possível ficar 20 horas sem a necessidade de usar o carregador (e olha que ainda sobrou 10% de carga).

O Galaxy Note 9 é ideal para as multitarefas do dia a dia, tanto para atividades pessoais, como profissionais. Testamos durante 10 dias o desempenho do smartphone e apesar das sutis mudanças no visual, o aparelho evoluiu e continua sendo, com certeza, um dos melhores da categoria premium à venda no mercado.

Disponível nas lojas desde o fim de agosto, o Note 9 conta com a famsosa S Pen, caneta touch da linha, que é, sem dúvidas, um dos grandes trunfos do dispositivo. Com tecnologia bluetooth, ela permite que o usuário dispare selfies e faça fotos em grupo, controle aplicativos, pause apresentações, passe slides, reproduza vídeos e músicas. Tudo, claro, apenas manuseando o acessório, sem segurar o aparelho. A autonomia é relativamente baixa, apenas de 30 minutos ou 200 cliques. Porém, em apenas 40 segundos a canetinha já está recarregada. Basta apenas encaixá-la no smartphone e pronto.

Não há como não reconhecer a capacidade da Samsung de evoluir. Tanto a autonomia, como a performance do Galaxy Note 9 são incríveis."

A potente bateria de 4.000 mAh, 21% a mais que a versão anterior, é outro destaque do Note 9. Além disso, o dispositivo conta com processador Snapdragon 845 de oito núcleos e velocidade máxima de 2,8 GHz. A combinação permite uma performance excelente. A versão testada, com memória RAM de 6 GB e armazenamento interno de 128 GB, garantiu uma resposta e execução dos comandos praticamente de forma instantânea. Durante a avaliação, não houve qualquer travamento e o sistema operacional mostrou bastante fluidez, mesmo com diversas abas abertas simultaneamente no modo multitarefa. O celular já vem atualizado de fábrica com o Oreo Android 8.1.

Câmeras
Não dá para falar de um lançamento da Samsung, sem falar das câmeras. A sul-coreana, de fato, é especialista no assunto. E, mais uma vez, não decepcionou. O resultado das fotos em ambientes muito iluminado ou com baixa luz são ótimos. A abertura variável se ajusta conforme a luminosidade e há também um sistema que permite estabilização da imagem.

Na parte traseira, há dois sensores com 12 MP cada, sendo o principal com abertura variável de f/1.5 e f/2.4, e o segundo com abertura de f/2.4. A câmera frontal não deixa a desejar, conta com um sensor de 8 MP e abertura f/1.7. Nas duas condições, a qualidade das imagens são muito boas, apresentando baixo ruído e granulação em ambiente escuro, além de cores vibrantes e sem estouro, em ambientes abertos. A resolução dos vídeos não ficou atrás. A gravação em 4K torna as imagens bem realistas e capta detalhes escondidos nas cenas. Ponto para a marca.

Dentro da câmera é possível selecionar os modos: Pro, que permite controlar desde a abertura até o ISO; Panorâmico; Foco dinâmico, que permite “embaçar” o fundo; Super slow-mo, que grava em até 960 quadros por segundo; Timelapse; e Emoji AR, que transforma o usuário em uma animação, mas que, convenhamos, poderia ser totalmente descartada.

Alex Akira/Metrópoles

Em ambiente claro e aberto, é possível observar cores vibrantes e com ótimo contraste

Segurança e dois chips
O Note 9 melhorou também no quesito segurança em relação à versão anterior. A autenticação biométrica funciona com alta ou baixa luminosidade. Além disso, o reconhecimento facial e o leitor de íris estão condizentes à tecnologia e funcionam sem delay. Outra melhoria é a nova posição do leitor de impressão digital, que agora está localizado abaixo das câmeras, o que ajuda a deixar marcas de dedos nas lentes.

O smartphone oferece suporte para dois chips e o usuário pode definir uma conta pessoal e outra profissional, por exemplo. O aparelho tem ainda a certificação IP68, tornando-o resistente à poeira e 1,5m debaixo d’água.

Tela
Cada vez mais frequente nos novos smartphones, a tela grande também não fugiu do Note 9. Em relação à versão anterior, o painel continua com a tela curva e bordas na parte superior e inferior, além de ser Super Amoled, que proporciona cores e contrastes incríveis. Por outro lado, o display cresceu de 6,3 para 6,4 polegadas, o que pode necessitar de um bolso um pouco maior para poder transportar o novo brinquedinho.

Som e jogos
Para os amantes de games, o novo Galaxy entrega um desempenho espantoso. Além dos ótimos gráficos, o sistema de alto-falantes com tecnologia Dolby Atmos, permite uma imersão diferenciada ao usuário.

Bola fora
A Samsung ainda não reconheceu que, no Brasil, a Bixby, sua assistente virtual, não vingou. A empresa manteve o botão da ferramenta, que pode ser desativada pelo usuário. De um modo geral, após dois anos desde a criação da tecnologia, a Bixby é boa na teoria, mas na prática é desnecessária.

O tamanho importa? Para o público-alvo desse tipo de gadget, com certeza. No entanto, o que é qualidade para muitos usuários, observo como ponto a ser repensado por quem prefere aparelhos com telas padrões. Para começar, é difícil ser discreto com o telefone, pois ele mal cabe no bolso. Também é complicado digitar utilizando apenas uma mão. Sem falar no peso de 201 gramas.

O design é bastante elegante, mas o corpo de vidro deixa, muitas vezes, o aparelho com aparência de sujo. Com pouco tempo de uso, o Note é tomado por marcas de digitais, além do medo das quedas, que podem estraçalhar o celular.

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

Apesar de elegante, o corpo de vidro deixa o aparelho cheio de marcas

Outro questionamento importante é o preço. O aparelho, de fato, é sensacional, mas a questão é: vale a pena pagar R$ 5.500 por um celular? Se você for fã de tecnologia e não conseguir viver sem as novidades do mercado, vá em frente! Com certeza, é um dos melhores aparelhos disponíveis. Mas há aparelhos com telas grandes e qualidades que se aproximam do modelo da Samsung que podem ser encontrados por valores mais competitivos.

Arte/Metrópoles