Plantas da região Norte revelam potencial para produção de bioenergia

Testes mostram que produção de açúcares simples pela lentilha d’água após biomassa passar pela sacarificação foi maior que a cana-de-açucar

atualizado 24/02/2021 15:23

Duas plantas comumente encontradas na região Norte do Brasil – a lentilha d´água e o mata-pasto – têm alto potencial para serem usadas como matéria-prima para a produção de bioenergia, indicam estudos feitos por pesquisadores do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol – um dos INCTs apoiados pela FAPESP e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no estado de São Paulo.

Testes em laboratório revelaram que a produção de açúcares simples pela lentilha d’água após a biomassa da planta ser submetida a um processo chamado de sacarificação foi maior do que a da cana-de-açúcar, a principal matéria-prima do etanol de segunda geração hoje.

Leia mais em SoCientífica, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias