Categorias: Brasil

Carta falsa do PCC sobre diálogo “cabuloso” é usada para atacar o PT

Uma carta apócrifa atribuída a Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, líder do Primeiro Comando da Capital (PCC) foi publicada nas redes sociais para atacar o Partido dos Trabalhadores (PT). A mensagem é uma “nota de repúdio” à divulgação de áudio interceptado em que um membro da facção dizia ter um “diálogo cabuloso” com o partido.

O Estadão Verifica consultou a veracidade da mensagem com o promotor de Justiça Lincoln Gakiya, que investiga o PCC desde 2005 e é considerado um dos principais especialistas no combate ao grupo criminoso. Gakiya foi o responsável pelo pedido de remoção de Marcola para um presídio federal, no fim do ano passado.

A reportagem também entrevistou a socióloga Camila Nunes Dias, professora da Universidade Federal do ABC e autora do livro “A Guerra: a ascensão do PCC e o mundo do crime no Brasil”.

Segundo Gakiya, a carta “tem todo indicativo de ser falsa”. “Não tem nenhum setor específico que faria esse tipo de coisa no PCC, temos várias investigações em andamento e a gente não apurou nada que pudesse concluir que eles mandassem fazer essa resposta”, afirmou.

O promotor explica que esse tipo de mensagem, se fosse real, possivelmente apareceria em comunicação entre presos, o que não foi detectado pelos investigadores. “É muito pouco provável que isso possa circular na mídia e em redes sociais e não nos meios dos criminosos.”

A carta apócrifa cita ainda o “Estatuto do PCC”, o “conjunto de regras” da organização criminosa. O texto afirma que a facção “rouba dos ricos”, mas não busca ferir “o trabalhador que pega ônibus e trens lotados”. No ano passado, o PCC foi o responsável por ordenar a queima de ônibus em Minas Gerais e no Rio Grande do Norte.

Estadão Conteúdo

Últimas notícias

Ceará: prefeito acusa policiais de agredi-lo em festa de Carnaval

Dinho Nunes, do PT, é prefeito de Palhano, no interior do estado. PMs afirmam que ele estava bêbado e distribuiu…

4 minutos passados

BBB20. Rafa sobre Bianca após Paredão: “Podia manter o respeito”

A influenciadora digital falou sobre a confusão com a empresária para Guilherme e Gabi

7 minutos passados

Secretário do MS morre baleado na fronteira com o Paraguai

Titular a Casa Civil estadual, Dirceu Lanzarini morreu após ser atingido por 3 tiros em sua fazenda, que fica na…

10 minutos passados

De olho nas urnas, Delcídio comenta política e cinema na web

Ex-senador reconstrói a carreira política em novo partido, o PTB, e tenta ser relevante nos debates virtuais

16 minutos passados

Coronavírus: Brasil inclui Itália e mais 7 entre países em alerta

No mundo, 32 países têm casos confirmados, sendo 2.101 doentes e 24 mortes. Já são 77.262 os infectados na China,…

33 minutos passados

PM prende homem que atirou em cabeça de dono de bar no DF

Proprietário do local foi alvejado após impedir o criminoso de ficar no local com lança-perfume. Ele passou por cirurgia e…

36 minutos passados