Cantor aproveita ao vivo na Globo e se revolta: “Fora Bolsonaro”

Tomaz Miranda, um dos fundadores do bloco Simpatia é Quase Amor, do Rio de Janeiro, aproveitou o microfone e protestou

atualizado 24/02/2020 10:26

O cantor Tomaz Miranda, um dos fundadores do bloco Simpatia é Quase Amor, do Rio de Janeiro, aproveitou o microfone da GloboNews, que estava ao vivo, neste domingo (23/02/2020), na transmissão do Carnaval carioca e gritou “Fora, Bolsonaro”.

O repórter Pedro Neville acompanhava o bloco quando surgiu o protesto inesperado contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Neville continuou narrando a transmissão como se nada tivesse acontecido. Tomaz voltou a cantar a marchinha “Cidade Maravilha”, enquanto o repórter tirou o microfone do cantor e mudou de assunto.

“O visual com a praia do Leblon, morro dois irmãos e essa multidão de gente feliz cantando aqui no Simpatia é Quase Amor. Canta junto, você conhece”, emendou o jornalista antes de voltar para o estúdio.

Últimas notícias