Candidato a vereador mata esposa a facadas após briga por geladeira aberta

Adílio Sérgio Gomes (PSDB), de 40 anos, cometeu crime na noite do domingo (18/10) na zona rural de Bandeira do Sul, em Minas Gerais

atualizado 20/10/2020 14:09

Reprodução/Facebook

O candidato a vereador Adílio Sérgio Gomes (PSDB), de 40 anos, matou a esposa a facadas depois de uma discussão por conta da porta da geladeira aberta. O crime ocorreu no domingo (18/10), na residência do casal em Bandeira do Sul (MG).

A filha do casal informou à polícia que os pais passaram o dia em um sítio na zona rural da cidade. Quando retornaram para casa, ela ouviu a mãe, Roberta Camile Araújo Silva, gritando.  As informações são do portal IG.

Adílio desferiu 13 facadas contra a esposa no quintal da casa. A filha encontrou o corpo. Uma equipe médica do Pronto Socorro Municipal foi chamada, porém a mulher já estava morta quando chegaram.

A mãe do candidato, que também estava na casa no momento do crime, passou mal após o ocorrido. Uma vizinha que encontrou com Adílio pouco tempo depois que ele esfaqueou a esposa contou aos policiais que o homem sugeriu que ela fosse até a casa da família para “ver a besteira que ele tinha feito”.

Segundo a polícia, o casal é conhecido na cidade e tem três filhos. Nas redes sociais, eles se mostravam muito felizes e sempre mostravam os passeios juntos.

A família explicou que as brigas entre o casal eram comuns, inclusive com agressões físicas. Após o crime, Adílio fugiu e ainda não foi encontrado O caso será investigado pela Polícia Civil e o suspeito deve responder por feminicídio.

 

Últimas notícias