Cacique Katukina, representante de 10 aldeias, morre aos 56 anos no AC

De acordo com o Ministério da Saúde, o indígena lutava há 11 anos contra diabetes, hipertensão e insuficiência cardíaca

atualizado 02/02/2021 13:02

Cacique FernandoArquivo Pessoal

O cacique Fernando Rosa Katukina, 56 anos, morreu após sofrer uma parada cardíaca, na madrugada dessa segunda-feira (1/2), no interior do Acre. De acordo com o Ministério da Saúde, Katukina lutava há 11 anos contra diabetes, hipertensão e insuficiência cardíaca.

O irmão dele, cacique Adriano Katukina, afirmou que Fernando sofria com problemas causados pela diabetes, que piorou nos últimos meses. Há três meses, Katukina havia contraído a Covid-19. As informações são do portal G1.

O líder indígena representava 10 aldeias Katukina do povo Nôke Kôi, localizadas a 56 km de Cruzeiro do Sul. No dia 19 de janeiro, ele havia sido escolhido para representar os indígenas no ato que deu início a vacinação contra o coronavírus na região.

“Quero agradecer a Deus por este momento importante, tanto que o povo do Juruá e de todo o Brasil está esperando essa vacina. Eu, como cacique geral da etnia Nôke Kôi, sou o primeiro a tomar a vacina e vejo que isso é mais uma vitória para nós, uma renovação da nossa vida”, disse na ocasião.

A Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e o Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei), que acompanhavam de perto o quadro de saúde do cacique, destacaram que a morte não tem qualquer ligação com a vacina contra a Covid-19.

Histórico

O cacique Fernando deixou sete filhos e quatro irmãos que vivem nas aldeias. Ele ficou conhecido por estar entre as associações indígenas lutando pelos direitos indígenas, principalmente demarcação de terra.

Adriano afirmou que o irmão sempre vai ser lembrado pela luta que representava. “Morreu homem, lutando pelos direitos dos povos indígenas, conquista da terra e direitos dos povos Katukinas. Perdemos uma liderança política do povo. Agora vai ser enterrado na terra que ele lutou e conseguiu conquistar”, disse o irmão.

Últimas notícias