Brasil começa 2021 com mais miseráveis que há uma década, aponta FGV

No total, segundo projeção da FGV Social, quase 27 milhões de pessoas estão nessa condição neste começo de ano

atualizado 31/01/2021 10:17

Arquivo/Agência Brasil

O Brasil iniciou o ano de 2021 com um salto na taxa de pobreza extrema do Brasil. O país tem hoje mais pessoas na miséria do que antes da pandemia e em relação ao começo da década passada, em 2011.

Neste mês de janeiro, 12,8% dos brasileiros passaram a viver com menos de R$ 246 ao mês (R$ 8,20 ao dia), linha de pobreza extrema calculada pela FGV Social a partir de dados das Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios (Pnads) Contínua e Covid-19.

Leia mais em Bahia Notícias, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias