*
 

Os bancários que trabalham nas agências privadas do Rio de Janeiro aceitaram o acordo proposto pela Fenabran (entidade que representa os bancos), durante Assembleia na tarde desta quinta-feira (6/10).

O funcionários da Caixa Econômica Federal (CEF) rejeitaram o aumento de 8% no salário e a greve continua nos estabelecimentos. A proposta ainda está sendo votada entre os bancários do Banco do Brasil.

A paralisação já completa 31 dias, uma das mais longas da história da categoria. O acordo salarial é discutido em todo o país. A expectativa é que se chegue a um acordo sobre o funcionamento das agências. Em Piracicaba (SP), já foi confirmado que as agências voltarão a funcionar normalmente a partir de amanhã (7)

 

 

COMENTE

Grevebancáriosgreve dos bancos
comunicar erro à redação

Leia mais: Brasil