Após protestos, Bolsonaro concederá benefício a policiais federais

O presidente vai atender a uma demanda antiga da PF e conceder plano de saúde para a categoria

atualizado 03/12/2021 11:06

Polícia Federal cumpre mandados em investigação por fraudes com verbas da pandemia em São LuísDivulgação/Polícia Federal

Depois de muitas reclamações de associações de delegados, peritos e agentes da Polícia Federal, o presidente Jair Bolsonaro (PL) propõe instituir novo benefício à categoria no dia 8 de dezembro. Assim, o mandatário da República vai atender a um antigo pedido do órgão, concedendo plano de saúde para servidores da ativa e aposentados.

O presidente assumiu o compromisso de assinar o decreto que regulamenta o benefício no dia em que a nova sede da Polícia Federal será inaugurada em Brasília. As informações são do jornal O Globo.

O benefício em questão será criado com verbas de um fundo que ajuntará recursos que cada agente recebe da União para o custeio com a saúde. Assim, o plano de saúde funcionará em esquema de coparticipação, ou seja, os beneficiários poderão pagar um valor extra por procedimentos específicos, como exames.

O pleito foi negociado entre o governo e a atual direção do órgão, e aproximadamente 16 mil policiais serão contemplados.

0

Em novembro, policiais federais participaram de atos em diversos pontos do Brasil para fazer cobranças ao governo, com ameaças de entregar cargos de chefia. Nos protestos, representantes da PF estenderam faixas para divulgar as promessas não cumpridas pelo presidente. Entre as reclamações, estão perdas de direitos e financeiras com a PEC Emergencial e a reforma da Previdência.

Em sua eleição ao Planalto, Bolsonaro teve o apoio de boa parte de membros da corporação. Atualmente, o mandatário da República é investigado pela PF sob acusação de tentativa de intervenção no órgão.

Mais lidas
Últimas notícias