Após ironizar teletrabalho, presidente da Caixa fala em preservar vidas

Pedro Guimarães participou de evento virtual um dia após divulgação de vídeo da reunião ministerial, na qual ironizou quem faz home office

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, foi um dos auxiliares do presidente Jair Bolsonaro que fizeram discursos exaltados na reunião ministerial de 22 de abril. A gravação se tornou pública por decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, como parte de um processo. Na ocasião, ele ironizou quem está trabalhando de casa enquanto os 30 mil funcionários do banco não poderiam fazer isso. “Não tem esse negócio, essa frescurada de home office”, disse.

Neste sábado, um dia após a divulgação do vídeo, Guimarães participou de uma transmissão nos canais oficiais da Caixa para fazer um balanço do programa de auxílio emergencial de R$ 600 e tirar dúvidas. Na apresentação, ele não mencionou diretamente suas falas, mas buscou uma maneira de suavizar o discurso.

“Cada dia a Caixa melhora a questão tecnológica para entregar um melhor serviço. Trabalhamos duro, mas em busca de um equilíbrio da velocidade com que pagamos e o equilíbrio da vida, da preservação da vida”, disse o presidente da Caixa.

“Que porra é essa?”, questionou, sobre a notícia da prisão de filha de um conhecido. Se fosse eu, ia pegar minhas quinze armas e ia dar uma… eu ia morrer. Porque se a minha filha fosse pro camburão, eu ia matar ou morrer”, desabafou.

1/7
Hugo Barreto/Metrópoles
As filas são enormes na frente das agências da Caixa
Muitas vezes, a aglomeração em frente aos locais de saque era inevitável
Agência em Taguatinga: filas em dois turnos, matutino e vespertino
Benefício de R$ 600 é para ajudar quem está sem trabalhar durante a pandemia
Aglomeração em agência da Caixa
Filas formadas por pessoas contempladas pelo auxílio emergencial em Sobradinho

 

Balanço do auxílio emergencial
O auxílio emergencial de R$ 600 para brasileiros que perderam suas rendas com a crise do coronavírus já chegou a 55,1 milhões de beneficiários. O balanço divulgado pela Caixa Econômica Federal neste sábado (23/05) soma pagamentos das duas parcelas. Ao todo, foram 85,5 milhões de repasses, uma ajuda governamental de R$ 60 bilhões.

O vídeo completo do balanço divulgado neste sábado pode ser visto aqui: