Após irmã ser morta, autônoma teme que suspeito vá atrás dela

Delegado revela que ex-marido da vítima também tentou atrair cunhada e crianças: "Temos uma percepção de que isso foi feito de caso pensado"

atualizado 27/10/2021 11:21

Autônoma Flaviane Lana com a irmã Fernanda, que foi morta. Principal suspeito é o exArquivo pessoal

Há pouco mais de 10 dias, a autônoma Flaviane Lana, de 33 anos, vive escondida. Depois da morte da sua irmã, Fernanda Regina de Souza Lana, de 34, a mulher recebe ameaças recorrentes do principal suspeito do feminicídio da irmã, seu ex-marido, identificado como Luís Carlos Moreira.

Fernanda foi encontrada morta embaixo da cama de sua casa, no bairro João Bosco Pinheiro, em Cuiabá, em 15 de outubro. Ela tinha diversos ferimentos na região da cabeça. Foram os colegas de trabalho da mulher que sentiram sua ausência e, com isso, pediram que familiares fossem procurá-la.

Confira mais informações no site RD News, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias