Após boatos de que seria “estuprador”, PM é torturado e morto

Um dos autores do homicídio foi preso em flagrante

Reprodução / FacebookReprodução / Facebook

atualizado 15/09/2019 19:42

O policial militar Filipe Araújo de Assis foi encontrado morto na Baixada Fluminense, nessa sexta-feira (13/09/2019).

Um dos autores do homicídio foi preso em flagrante. Júlio César de Lira Alves foi apontado como um dos autores do crime. Segundo as investigações, Júlio, o irmão dele e um terceiro indivíduo, torturaram e mataram a vítima.

O crime teria sido motivado após a mulher de Júlio divulgar que Filipe seria um “estuprador”.

Júlio vai responder por homicídio qualificado e posse irregular de munição de calibre permitido.

Últimas notícias