Anta é resgatada pela Marinha no Pantanal com perna e patas queimadas

O animal foi transportado de helicóptero da Serra do Amolar até o Aeroporto Internacional de Corumbá, no Mato Grosso do Sul

atualizado 11/10/2020 22:59

Anta é resgatada com patas queimadas no PantanalDivulgação/Marinha do Brasil

A Marinha do Brasil resgatou no Pantanal uma anta com as patas e uma das pernas queimadas, na tarde deste domingo (11/10).

O Comando do 6º Distrito Naval utilizou o helicóptero Super Cougar para o trabalho. A aeronave estava retornando do transporte de brigadistas na Serra do Amolar, no âmbito da Operação Pantanal, quando foi acionada para resgatar o animal e levá-lo até o Aeroporto Internacional de Corumbá (MS).

Segundo o órgão, o resgate teve acompanhamento de veterinário do Instituto Homem Pantaneiro (IHM).

No aeroporto, a anta foi recebida por uma equipe do Grupo de Resgate de Animais (GRAD) e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Corumbá. O animal recebe atendimento na sede da Fundação de Meio Ambiente.

Confira imagens do resgate:

0

Destruição

Até o início de outubro, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) registrou 175.671 focos de calor em todos os biomas brasileiros. O índice é o maior desde 2010, quando foram notificados 257.100 focos no mesmo período.

Até o momento, os biomas mais castigados pelo fogo são a Amazônia (80.221 focos), o Cerrado (53.134), o Pantanal (19.215) e a Mata Atlântica (15.295). Somente a Amazônia e o Cerrado representam 75,9% de todas as queimadas monitoradas pelo Inpe.

Últimas notícias