Ação contra garimpo no Rio Madeira apreende ao menos 20 balsas

Trecho próximo à cidade de Autazes, no Amazonas, chegou a reunir 600 balsas nesta semana. Agentes atearam fogo em embarcações

atualizado 27/11/2021 18:04

garimpeiros no rio madeira no amazonasIgo Estrela/Metrópoles

Enviados especiais a Autazes (AM) – Ao menos 20 balsas foram apreendidas no Rio Madeira durante operação contra o garimpo ilegal feita pela Polícia Federal (PF), em parceria com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Marinha e a Aeronáutica.

A ação, batizada de Operação Uiara, foi deflagrada na manhã deste sábado (27/11).

As apreensões ocorreram nas proximidades do município de Nova Orlinda do Norte, no Amazonas. Parte do material foi queimado pelas autoridades.

“Estão acabando com tudo. Colocaram fogo em mais de 20 balsas”, afirmou um dos garimpeiros à reportagem do Metrópoles.

0

Cidade vizinha da Nova Orlinda do Norte, Autazes, com cerca de 40 mil habitantes, virou palco de uma corrida do ouro após circular, entre garimpeiros que já exploram o minério no afluente do Rio Amazonas, a notícia de que havia um bom lugar para extrair minerais.

0

Em duas semanas, centenas de balsas se juntaram na beira de um distrito de Autazes chamado Porto do Rosarinho.

Logo após as primeiras notícias sobre a chegada de centenas de balsas à região, no entanto, a maioria dos garimpeiros resolveu ir embora para evitar a fiscalização, como registrou o Metrópoles in loco.

Mais lidas
Últimas notícias