Onde quer que ele esteja sempre será o presidente do cercadinho

Não diga que se enganou por pensar que seria diferente

atualizado 22/09/2021 5:38

Michael Melo/Metrópoles

Para dizer na ONU o que os chefes de Estado, ali reunidos, sabiam de antemão que era pura mentira, o presidente Jair Bolsonaro poderia ter ficado no cercadinho do Palácio da Alvorada.

Com ele, não tem outra. Aposte sempre que fará merda – e ele faz. Como dizer que herdou de Temer um país que caminhava para o socialismo. Disse-o sem citar Temer, pensando em Lula.

Se o Brasil, apesar de tudo, reeleger esse sujeito para mais quatro anos de mandato, é muito simples: faz por merecer. Aprendesse errando. Persistir no erro é escolha.