Nota de falecimento

Covid mata apoiador de Bolsonaro inimigo do uso de máscara

atualizado 18/09/2021 10:15

Thiarles Santos Reprodução

A família do vereador Thiarles Santos (PSL), de Uberlândia, Minas Gerais, comunicou sua morte nesta sexta-feira em decorrência da Covid-19. Com 34 anos, ele era um devoto do presidente Jair Bolsonaro e crítico do uso obrigatório de máscaras.

Havia feito uma publicação antimáscaras nas redes sociais no mesmo dia em que testou positivo para a doença, em 16 de agosto. Foi quando escreveu:

“Fim do uso das máscaras. Jamais irei fazer qualquer distinção entre vacinados e não vacinados. Vamos lutar pelo não uso de máscara quando tivermos com 70% de vacinados, ou já tiverem contraído a doença”.

O vereador protocolou na Câmara projeto de lei que diz: “Ar quente dentro da máscara dificulta a respiração e pode desencadear crises respiratórias, como as de asma; se a máscara for apertada, altera padrões respiratórios e causa desconforto”.

Enquanto esteve internado, a equipe de seu gabinete fez publicações nas redes reforçando o apoio a Bolsonaro. Alguns dos seus assessores foram à motociata do presidente na cidade e compareceram aos atos golpistas do dia 7 de setembro.

Últimas do Blog