Justiça Eleitoral inova e rebate mentiras em tempo real

Em sua conta oficial no Twitter, o Tribunal Superior Eleitoral apontou 17 mentiras pregadas por Bolsonaro em live no Facebook

atualizado 30/07/2021 8:21

Reprodução/TSE no Tiktok

Jair Bolsonaro faltou com a palavra que deu ao senador Ciro Nogueira (PP-PI), líder do Centrão, de que pararia de bater duro no Supremo Tribunal Federal e em seus ministros.

Nogueira sequer tomou posse na chefia da Casa Civil da presidência e Bolsonaro, em conversa com seus devotos no Palácio da Alvorada, atacou outra vez o ministro Luís Roberto Barroso.

Barroso não é só ministro do Supremo, é também presidente do Tribunal Superior Eleitoral. À noite, em live no Facebook, Bolsonaro não resistiu à tentação e voltou a espicaçar o ministro.

Não esperava revide, mas houve revide e em tempo real. Pelo menos 17 afirmações feitas por Bolsonaro foram apontadas como falsas em posts publicados na conta oficial do tribunal no Twitter.

Nunca antes nesse país se viu nada parecido. Os tribunais só se manifestam por meio de notas oficiais ou pela boca dos seus ministros. O tribunal inovou e surpreendeu Bolsonaro.

Nogueira tinha como meta passar à história desse governo como uma espécie de pacificador, que conseguira acalmar os ânimos e aparar as arestas entre os poderes da República.

Ou foi ingênuo a ponto de acreditar em Bolsonaro ou era só conversa mole para justificar a aceitação do convite que Bolsonaro lhe fez. Melhor que se dedique a defender os interesses do Centrão.

Últimas do Blog