É um assalto ao contribuinte pôr dinheiro em paraíso fiscal?

Quem disse que é? Adivinhe!

atualizado 05/10/2021 5:27

EBC

“A elite política assalta o contribuinte, envia o dinheiro para um paraíso fiscal, que aplica no Brasil, e as autoridades que assaltaram o país fazem gestões para que os juros sejam mantidos altos”.

Quem disse isso? Ora, Jair Bolsonaro, em setembro de 2003, quando era deputado federal pelo PTB e crítico do governo do presidente Lula, eleito no ano anterior com o voto dele.

Na época, dizia-se que o então ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, tinha dinheiro em bancos suíços. Nunca se provou, mas Bolsonaro nunca precisou de prova para acusar ninguém.

Paulo Guedes, ministro da Economia, e Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, têm dinheiro no exterior. Bolsonaro ainda não deu um pio sobre isso.