Acordo entre Poderes contra nova crise passava por calar Bolsonaro

Por alguns dias, pelo menos, o objetivo do pacto foi alcançado

atualizado 15/07/2021 10:23

Eleitor Bolsonaro em Hospital de SP Rodrigo Zaim/Especial para o Metrópoles

Por vias tortas, como assessores de ministros comentavam nos corredores do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, que propusera um acordo entre os Poderes da República para barrar o surgimento de novas crises, conseguiu o que queria de fato: calar a boca do presidente Jair Bolsonaro durante algum tempo.

O que desde ontem se atribui a Bolsonaro nas redes sociais foi na verdade escrito ou digitado por seu filho Carlos, o Zero Dois, dono das senhas dele, o único autorizado a falar em nome do pai doente. E assim será até que ele se restabeleça e volte a deitar falação.

Últimas do Blog