*

Cenário de bons momentos para quem frequentou Porto Seguro (BA) — especialmente na famosa Semana do Saco Cheio — as barracas de praia Axé Moi e Tôa Tôa podem ser demolidas. A Justiça de Eunápolis (BA) ordenou a demolição dos dois bares.

O Ministério Público entende que os comércios foram construídos sem autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Eles ficam em Taperapuã e têm 30 dias para cumprir a ordem. Cerca de 1 milhão de turistas frequentam as duas barracas por ano, especialmente durante o verão.

Na internet, há abaixo-assinados para evitar a demolição das barracas. “Isso coloca em risco o turismo de Porto Seguro e vai destruir o ganha pão de milhares de pais e mães de família (colaboradores, ambulantes e fornecedores). Com a falta de turistas os hotéis também serão afetados, o desemprego irá aumentar e as consequências para Porto Seguro são as piores possíveis”, disse Beto, dono do Axé Moi.

Os donos do Tôa Tôa também convocaram os clientes para defender o espaço:



COMENTE

 
Turismo