*

A nova coleção da Yeezy — ou a 4ª temporada, como Kanye gosta de dizer — foi apresentada nessa quarta-feira (7/9), em Nova York, e as críticas não foram muito positivas. Tanto em relação à organização do desfile quanto às peças apresentadas na passarela que, como era de se esperar, mostrou mais do mesmo.

A estética cansativa de roupas que mais parecem cintas de compressão é algo visto desde o primeiro desfile de Kanye e sobre isso não há muito o que se declarar. Tirando as botas plastificadas de cano altíssimo, a via percorrida por ele continua sendo a mesma: uma pegada urbana de tons terrosos e neutros que tenta imitar a ousadia maximizante da Vetements.

No entanto, praticamente todas as principais publicações de moda estão relatando que as peças foram um problema secundário quando levado em conta a organização do desfile.

Para começar, os convidados foram transportados de Manhattan a um antigo museu em Roosevelt Island para o desfile que supostamente começaria às 15h. O clima quente acabou pesando para convidados — com Kanye mantendo editores de moda e executivos da indústria também esperando no calor — e modelos, incluindo Teyana Taylor (estrela do novo clipe dele) e Chanel Iman.

Quando o show finalmente começou, duas modelos desmaiaram enquanto esperavam de pé no sol escaldante. Outras foram amparadas até recuperarem o fôlego e algumas se desfizeram dos sapatos no meio da apresentação.  Após 20 minutos de desfile, cerca de 30 modelos resolveram se sentar na grama. Kim Kardashian só deu às caras e sentou em seu lugar marcado (na sombra, por sinal) quando o desfile estava para começar.

Jamie Mccarthy / Getty Images Jamie McCarthy/Getty Images

 

Tudo estava tão desconexo que Bruce Pask, diretor de moda masculina na Bergdorf Goodman, teve de quebrar o “protocolo” e se levantar do assento que estava para ajudar uma modelo cambaleante a caminhar. O “New York Times” relatou que ela chegou a dizer para Bruce que iria desmaiar e os dois caminharam até o fim da pista sob uma chuva de aplausos da multidão.

No final das contas, olhando de cima tudo parecia lindo e inovador. Mas Cathy Horyn não deixou barato e meteu o pau nas roupas. Além de dizer que as botas plastificadas pareciam grandes camisinhas, a jornalista do site “The Cut” criticou a atitude egoísta do rapper. “Não é um homem que se preocupa com as pessoas — nem com seu bem-estar, ou seu tempo”.



COMENTE

 
kanye westkim kardashianYeezy