*

O Twitter tem um novo assunto. E ele gira em torno de uma professora. Na verdade, das suas curvas. Da noite para o dia, Patrice Tricey Brown, que dá aula para alunos do ensino fundamental em Atlanta, nos EUA, virou o tópico da vez. O motivo: suas curvas são evidentes demais e as pessoas estão debatendo sobre se a professora é ou não “adequada” para o ambiente escolar.

Reprodução

As fotos que viralizaram saíram das redes sociais da professora – e foram deletadas por ela. Aparentemente, nada demais. Uma jovem mulher, posando no seu ambiente de trabalho. Só que as roupas que Patrice usa para trabalhar é que incomodou alguns internautas.

“Se minha professora vem assim para a escola, eu brinco de casinha com ela”, comentou esse usuário do Twitter.

Mas o debate, na verdade, é que as roupas que Brown usa para trabalhar não são exatamente inapropriadas. Não são curtas, nem decotadas. Porém, o que os internautas argumentam, é que com curvas generosas assim, qualquer roupa que ela vista provavelmente será “provocativa” para adolescentes entupidos de hormônios.

Reprodução

“Mesmo que essa professora use um terno, nada mudará o fato de seu traseiro é grande. Vocês todos precisam parar de ser amargos”, provocou esse usuário.

 

Reprodução

“Estou vendo pessoas achando que essa professora se veste de maneira inadequada… Então ela deve se vestir como Barbara Bush (ex-primeira dama dos EUA, esposa de George H. W. Bush)?!?!”



COMENTE

 
internetfeminismobeleza realbody shaming