*

O norte-americano Brenden Bickerstaff-Clark filmou o momento em que conta ao filho, de apenas 8 anos, que a mãe do garoto morreu por overdose de drogas. Ele justificou a iniciativa polêmica dizendo que gostaria de alertar às pessoas sobre a consequência do uso de entorpecentes.

Muita gente criticou a atitude do pai, por expor a criança mundialmente. Outras pessoas, porém, apoiaram a iniciativa. As imagens foram vistas mais de 24 milhões de vezes e com 600 mil compartilhamentos. Brenden também é dependente químico, mas está em recuperação. Ele escreveu um texto junto do vídeo:

“Hoje eu tive que dizer ao meu filho de 8 anos que sua mãe morreu de uma overdose de drogas. Esta é a realidade da nossa doença. Não deixem que essa doença tenha que fazer vocês dizerem ao seu filho que sua mãe está morta por causa das drogas. Essa foi uma das coisas mais difíceis que eu já tive que fazer. Meu filho não tem mãe por causa da heroína. Meio difícil de ouvir, mas você pode ouvir o que estamos dizendo. Por favor, vamos procurar ajuda para que nossas crianças não tenham que sofrer. Isso (o vídeo) não era encenado. Isso era real. Eu pedi a alguém para gravar isso para que dependentes químicos com filhos possam ver a seriedade da nossa epidemia. Eu mesmo estou me recuperando e completando 94 dias limpo hoje. Por favor, compartilhe e talvez ajude a salvar a vida do pai de uma criança.”

 



COMENTE

 
drogas