*

Alunas de uma escola em Salvador viraram notícia ao se unirem para denunciar um professor por assédio sexual. O homem enviava mensagens obscenas para jovens, algumas delas com menos de 18 anos, de forma privada no Facebook.

“Você é uma tentação” e “você é uma delícia” eram algumas das frases usadas por ele.

Facebook

Quando as garotas se ofendiam ou demonstravam desconforto com o assédio, o professor as xingava e até ameaçava de reprovação, segundo uma das vítimas.

As meninas tiraram prints das conversas e denunciaram o professor ao Ministério Público e à Ordem dos Advogados da Bahia, pois ele é bacharel em direito. O homem nega as acusações e diz que outra pessoa usou sua rede social.

A escola onde o caso ocorreu, mantida pelo Sesi Bahia, divulgou uma nota à imprensa na qual afirma repudiar a suposta atitude do educador. Também se comprometeu a apurar as acusações e a adotar “providências cabíveis”.

A partir do caso, a página Chega de Fiu Fiu e o Think Olga convidaram mulheres do Brasil a compartilharem seus relatos de abuso em ambiente escolar por meio da hashtag #primeiroAssedionaEscola.

Você já sofreu com o assédio de professores? Envie seu relato para redacao@metropoles.com



COMENTE

 
assédio sexual