*

O laudo de lesão corporal da esposa do cantor Victor Chaves, da dupla Victor & Leo, tem resultado negativo, afirmou nesta segunda-feira (13/3) a delegada-chefe da Divisão Especializada no Atendimento à Mulher, ao Idoso e à Pessoa com Deficiência (Demid) de Belo Horizonte, Danúbia Quadros.

De acordo com o G1, a investigadora disse também que aguarda perícia das imagens das câmeras de segurança do prédio onde a agressão teria ocorrido para finalizar o inquérito. Poliana Bagatini Chaves, que tem 29 anos e está grávida, havia prestado queixa contra o marido em fevereiro. Ela alegava que o cantor, de 41, havia lhe dado socos e chutes. O exame foi realizado no Instituto Médico Legal (IML) da capital mineira.

Nesta manhã, a Polícia Civil divulgou que o inquérito estava concluso, mas a delegada afirmou que tem 30 dias para terminar a investigação. Ela afirma que nenhum vizinho ou funcionário do prédio ou do próprio cantor disse que testemunhou as agressões. Eles, no entanto, relataram que escutaram gritos.

Ainda segundo a delegada, a confusão teria sido motivada por um desentendimento depois de o cantor ter levado a filha do casal para a casa da mãe dele sem informar a esposa. O casal e a mãe do artista vivem no mesmo edifício.

Victor prestou depoimento neste domingo (12/3) na Delegacia da Mulher, em Belo Horizonte. A mãe dele, Marisa Chaves Zapalá Pimentel, de 65 anos, e a irmã, Paula Chaves Zapalá Pimentel, também foram ouvidas, por cerca de uma hora cada uma.

Nas redes sociais, Poliana Bagatini publicou uma carta na qual isenta o marido de qualquer crime. O cantor negou a agressão. “Eu nunca agredi ninguém na minha vida e muito menos a minha mulher, grávida do João”, disse o cantor em entrevista à TV Globo.

Todos os envolvidos no caso já foram ouvidos. Victor pediu afastamento do The Voice Kids, programa do qual é jurado, após a denúncia chegar à imprensa. A atração entrou na fase ao vivo sem a participação do cantor.



COMENTE

 
violência contra a mulhervictor chaves