*

A atriz indígena Zahy Guajajara, que interpreta Domingas na minissérie “Dois Irmãos”, da Globo, viveu um dos momentos mais difíceis da carreira ao gravar a cena em que sua personagem é estuprada. Isso porque ela própria foi vítima de abuso sexual, segundo revelou em uma entrevista ao site UOL.

“Foram as cenas mais difíceis de fazer, porque eu passei por coisa parecida na minha vida”, disse a atriz. “Por outro lado, isso me libertou”. Zahy contou ainda que o diretor da minissérie, Luiz Fernanda Carvalho, decidiu poupá-la por causa do sofrimento e não repetiu a gravação da cena.

No corte que foi ao ar, na terça-feira (10/1), Domingas aparece apenas com as roupas rasgadas, já depois de ser violentada por Omar, personagem de Matheus Abreu.

Reprodução/ TV Globo
Lembro que, antes de começar a gravar, eu entrava no mato, me ajoelhava, chorava, batia no chão. Fiz meu ritual para poder seguir. Mexeu com meu sentimento, parece que eu passei por isso para poder fazer essa cena. Foi uma coisa maluca, bem forte para mim."
Zahy Guajajara

Zahy nasceu em uma tribo indígena na cidade de Barra do Corda, no Maranhão. Só aprendeu direito o português aos 19 anos, quando foi para o Rio de Janeiro. Ela morou na sede do Museu do Índio e chamou atenção do diretor por seu trabalho como ativista. Ainda nos ensaios, no entanto, pediu demissão porque estava se sentindo “fora do grupo”. Teve que ser convencida a ficar.

“Ele (Luiz Fernando Carvalho) me disse: ‘Essa é a maior oportunidade que você está tendo de representar seu povo. Aqui não tem nenhum ator melhor do que você. Para mim todo mundo é igual. Você é uma atriz genuína’. Eu entrei em choro. Depois desse dia, criei uma coragem devastadora, me soltei”, diz.



COMENTE

 
Abuso sexualtelevisãoestupro