*

A apresentadora Ana Hickmann voltou a ser alvo de ameaças na internet. Mas, desta vez, a ex-modelo agiu rapidamente e acionou a polícia. Em maio deste ano, ela foi vítima de uma tentativa de homicídio, em Belo Horizonte.

Pelo SnapChat, a apresentadora postou uma série de vídeos em que comenta os ataques que vem recebendo. As informações são do site Estrelando.

Por conta de todas as ameaças que continuo recebendo nas redes sociais, uma em especial, que começou a pegar forte ontem no Instagram. Que muito agradecer ao delegado Ricardo, da sétima DP da Lapa, por ter recebido meu advogado, o doutor Maurício, para fazer um Boletim de Ocorrência. E que covarde teve a cara de pau de apagar a conta e hoje criar outra com o nome do meu marido. Ontem era: “Vou marar Ana Hickmann”, hoje é “Vou matar Alê Win”. A todos que trabalham no 7º DP da Lapa, muito obrigada. Muito obrigada pela atenção, pelo carinho e por terem lavrado o Boletim de Ocorrência. E, para quem gosta de bancar o valente, e, principalmente ameaças alguém de morte, existe lei, viu? A verdade é que as pessoas se escondem atrás de um aparelho, achando que podem ameaçar, falar, fazer o que querem, mas não é assim. A internet também tem regras.

Já o marido de Ana, Alexandre Corrêa, utilizou o Instagram para tirar sarro dos fatos. Ele publicou uma selfie com a legenda: “Preocupado com as ameaças”. Ale, como é conhecido, também registrou Boletim de Ocorrência.

Preocupado com as ameaças .

Uma foto publicada por Oi (@alewin71) em

Alexandre havia publicado um print do perfil que fazia ameaças contra ele. Horas depois, apagou a imagem. O perfil “@euvoumataralewin71” foi apagado da rede social.

ana1

Relembre
Em maio deste ano, Ana Hickmann foi alvo de uma tentativa de homicídio por parte um homem que se dizia fã da apresentadora. O agressor conseguiu entrar no hotel onde ela estava hospedada, em Belo Horizonte, viu que o cunhado de Ana, Gustavo Côrrea, saia do local e o abordou. Eles subiram até o andar onde estava a modelo. No quarto, encontraram a assessora Giovana Oliveira, o marido de Ana, Alexandre Côrrea, e a apresentadora.

O criminoso Rodrigo Augusto de Pádua começou a falar palavras desconexas e obrigou todos a se sentarem na cama de costas para ele. O homem, então, começou a gritar palavras pejorativas para a apresentadora. Neste momento, Gustavo, o cunhado, levantou e andou na direção de Rodrigo, quando ele atirou duas vezes. Um dos tiros acertou Giovana. Com ajuda de Ana Hickmann, a assessora saiu correndo do quarto para pedir socorro. Gustavo entrou em luta corporal com o agressor. Rodrigo acabou morto.



COMENTE

 
ana hickmannameaça de morteale corrêa