*
 

Milhares de famílias têm sido forçadas a deixar suas casas na Síria devido à guerra civil que assola o país. Porém, o cidadão Mohammad Alaa Aljaleel insiste em permanecer na região para cumprir uma “missão” especial: cuidar dos gatos que foram esquecidos para trás. Ele, que recebeu o apelido de “o cara dos gatos da cidade de Aleppo”, já resgatou mais de 100 felinos abandonados e tem realizado um admirável trabalho de proteção aos animais.

Reprodução/ Facebook

À equipe de reportagem da BBC, Mohammad declarou que largou o emprego como eletricista para dedicar seus dias a dirigir uma ambulância, resgatando pessoas e animais necessitados pelas ruas da cidade em ruínas. O sírio revelou ainda que não cogita deixar o país, já que não pretende em hipótese alguma abandonar os animais.

Uma vez que todos deixaram a Síria, esses gatos se tornaram os meus amigo. Alguém que tem em seu coração misericórdia dos seres humanos, tem misericórdia de todos os seres vivos"
Mohammad Alaa Aljaleel

Em uma página no Facebook dedicada aos gatos de Aleppo, é possível encontrar imagens dos felinos e as situações nais quais eles foram encontrados, além de relatos da guerra e de mensagens de apoio.

Reprodução/ Facebook

 

 

 

COMENTE

gatos
comunicar erro à redação