*
 

Jair Cidral, morador de Blumenau (Santa Catarina), contou em post no Facebook como foi passar 30 dias cuidando do bebê. Ele tirou licença paternidade de um mês para ficar em casa e acompanhar os primeiros dias de vida da filha. “Trabalhei o dia inteiro!”, brinca ele no início do post.

“Correr atrás de documentos, fazer o teste do pezinho, ir ao mercado dezenas de vezes. E quando estava em casa, ainda tinha roupa pra lavar, casa pra limpar, comida pra fazer…”, narrou na rede social. O texto rendeu mais de 600 mil curtidas e 119 mil compartilhamentos até a publicação da matéria.

No último parágrafo, Cidral faz um apelo aos pais que não ajudam as esposas. “Então você, maridão, que chega em casa e diz pra sua esposa que fica difícil ajudar por que TRABALHOU O DIA INTEIRO, pense um pouquinho mais em quem realmente trabalhou durante todo o dia e que provavelmente vai virar a noite”.

 

 

COMENTE

paternidadejair cidral
comunicar erro à redação