*
 

Mesmo morando na ensolarada Orlando (Flórida), Ashley Soto tinha dificuldades em vestir roupas confortáveis. Na adolescência, preferia mangas longas e a solidão em casa a roupas de verão e passeios. Havia uma razão para tal: aos 12 anos, foi diagnosticada com vitiligo e alimentou vergonha em relação ao próprio corpo. Aos 21, ela decidiu usar o Instagram para postar fotos ousadas. Uma maneira de resgatar a autoconfiança

Até outro dia, Ashley era atormentada por uma lembrança da adolescência. Uma vez, ouviu comentários ofensivos de uma desconhecida numa piscina. A jovem usava a internet somente para mostrar tutoriais de beleza.

 

Quatro meses atrás, decidiu revelar a vitiligo, mesma doença do astro pop Michael Jackson, por meio de uma foto. “Eu vi outras meninas se mostrarem e li muitos comentários otimistas. Eu estava com medo, preparada para receber comentários cruéis. Mas foi muito positivo”, contou ao “The Daily Mail”.

O simples ato de postar fotos na internet ajudou a Ashley a resgatar a autoconfiança, mesmo que aos poucos. “Percebi que posso ser diferente, mas única. E que devo ter orgulho de quem eu sou. Finalmente aprendi o amor próprio”.

 

 

COMENTE

Michael Jacksonvitiligoashley soto
comunicar erro à redação