*
 

O caso de um desempregado na Tailândia é a prova de que praticar boas ações vale a pena. Woralop, de 44 anos, andava pelas ruas de Banguecoque quando avistou uma carteira pelo chão recheada com 20 mil baht, aproximadamente R$ 1.800. Ao contrário do que se pode imaginar, ele decidiu não ficar com o dinheiro, e sim entregar o objeto perdido à polícia.

Mal sabia o morador de rua que o dono da carteira era o empresário Niity Pongkriangyos, 30 anos, proprietário de uma enorme fábrica na cidade. “Fiquei totalmente surpreso quando a polícia me avisou que alguém tinha encontrado e devolvido a minha carteira”, revelou Pongkriangyos a um jornal local. “Pensei que, se eu estivesse naquela situação, provavelmente teria ficado com o dinheiro”, acrescentou.

Empresário Pongkriangyos resolveu ajudar o sem-teto Waralop após seu ato de honestidade

O empresário, então, resolveu retribuir o favor oferecendo um emprego para Woralop no valor de 11 mil baht, aproximadamente R$ 1.300, com acomodação.  “Mesmo passando necessidades, ele resolveu fazer uma boa ação. Isso prova que ele é uma boa pessoa e que tem o perfil de funcionário que precisamos em nossa empresa”, afirmou.

Por fim, o ex-morador de rua expressou sua gratidão pela generosidade do novo patrão. “Estou tão agradecido por essa oportunidade de transformar a minha vida”, disse. “Dormir em uma cama limpa está me fazendo extremamente feliz”, concluiu.

 

 

COMENTE

gorjeta
comunicar erro à redação