*
 

Quem tem filho sabe: dia de vacina ou de coleta de sangue é um verdadeiro estresse. Ou, pelo menos, era. Em Brasília, o Laboratório Sabin está usando a tecnologia para diminuir a tensão dos pequenos que têm medo de agulha. Cinco unidades da rede disponibilizam óculos de realidade virtual, que podem ser usados antes e durante a coleta. A ideia é entreter e mudar o foco da atenção do paciente enquanto ele realiza o exame.

A programação do conteúdo exibido varia de acordo com a idade. Em 360 graus, é possível, por exemplo, encolher de tamanho e viajar em um trenzinho de brinquedo, caminhar por uma estrada cheia de neve, passear por uma calçada florida em uma simpática cidade ou viver outras aventuras com a ajuda do equipamento — e da imaginação.

Bernardo, de apenas quatro anos, escolheu andar em uma montanha russa repleta de doces. Durante a “viagem”, narrou tudo o que ele via para a mãe, a jornalista Karla Martins. “Tem um monte de pirulito e balinha”, detalhou. Ao lado da irmã Eduarda, de dois anos, ele também se divertiu com tablets, desenhos para colorir e livros musicais.

“Por mais que eles saibam que é um lugar onde vão sentir uma dorzinha, não se incomodam porque a espera é agradável”, conta a mãe.

Uma pesquisa realizada com 250 crianças em uma clínica da Califórnia, nos Estados Unidos, comprovou que a realidade virtual é um recurso útil para diminuir o medo e a dor entre os pacientes. Durante o estudo, metade do grupo analisado utilizou os óculos no momento da aplicação de uma vacina, enquanto a outra metade, não. Entre os que utilizaram o acessório, 75% afirmaram ter sentido menos dor, enquanto 52% disseram que ficaram com menos medo do que aqueles que estavam sem o equipamento.

A gerente de estratégia corporativa do Sabin, Sandra Regina Pereira, explica que a ideia de adotar a realidade virtual surgiu a partir da observação do uso da tecnologia por hospitais durante atendimento de pacientes com câncer. “Ela diminui a ansiedade e o medo, funciona muito bem”, diz.

As crianças chegavam com medo porque eram avisadas pelos pais de que iam para um lugar onde sentiriam dor. Há anos trabalhamos formas de acalmá-las e de amenizar os desconfortos que sentem. Na fase dos testes iniciais, uma das crianças entrou muito nervosa na unidade. Colocamos os óculos e ela fez o procedimento inteiro sem chorar."
Sandra Regina Pereira, gerente de Estratégia Corporativa do Sabin

Scanner de veias
Outro item tecnológico que mudou o atendimento da meninada é o scanner de veias. Com a ajuda do aparelho, os enfermeiros e técnicos conseguem visualizar a localização precisa das veias e vasos sanguíneos.

Michael Melo/Metrópoles

O scanner reflete a imagem das veias em tempo real, o que facilita a visualização em diversas situações, dentre as quais coleta de sangue para exames

“A coleta de sangue é mais rápida e, consequentemente, menos dolorida. Também tornamos o processo mais lúdico. Funcionários interagem com eles, oferecem balões e brincam que é o braço do incrível Hulk”, explica a gerente.

Atendimento em fins de semana e feriado
Para maior conveniência, a rede de laboratórios conta com alguns que abrem aos fins de semana e feriados. “É mais tranquilo pra mim, já que consigo fugir daquela correria habitual de trabalho e escola”, destaca Karla, mãe de Bernardo e Eduarda. Regiões como Ceilândia, Guará, Valparaíso, Águas Claras, Asa Norte e Sobradinho têm unidades que atendem das 7h às 12h aos sábados, domingos e feriados. Para saber os endereços, basta acessar o site ou ligar para a Central de Atendimento: (61) 3329-8000.

Outro serviço oferecido pelo Sabin é a coleta de material biológico ou aplicação de vacinas em casa ou no trabalho. O atendimento auxilia aquelas pessoas com vida corrida e que não conseguem encontrar um espaço para se deslocar até o laboratório. O agendamento pode ser feito pelo site ou por telefone e o serviço é coberto pelos planos de saúde  há apenas uma taxa cobrada separadamente referente ao deslocamento, de R$ 35.

Horário de funcionamento do atendimento domiciliar:

  • Segunda a quinta-feira: 6h30 às 19h
  • Sexta-feira: 6h30 às 18h
  • Sábados: 7h às 11h
  • Domingos: 7h às 11h
  • Feriados: das 7h às 13h
        Unidades que oferecem óculos de realidade virtual:
      • Asa Norte:

516 Norte, Edifício Carlton Center, bloco E, loja 74.

      • Asa Sul:

714/914 Sul Loja 120/124, térreo – Centro Executivo Sabin

      • Águas Claras:

Rua Pitangueiras com Rua Alecrim, lotes 1 e 2, loja 9
Shopping Metrópole, Av. das Araucárias, lote 1525, loja 25
Shopping Felicittá, Rua 36 Norte, lote 5, loja 21/22 (antigo Shopping Quê)

          Unidades que contam com o scanner de veia:

          • Asa Norte:

516 Norte, Edifício Carlton Center, bl. E, lj. 74
Brasília Shopping (SCN Qd. 5), torre sul, 1º andar, sl. 101-104
Ed. Biosphere SHLN, conjunto I, bloco A, sl. 513.

            • Asa Sul:

Centro Clínico Sul, 716 Sul, conjunto L, bloco 2, térreo
714/914 Sul, Centro Executivo Sabin, lojas 120-124, térreo.

              • Águas Claras:

Rua Pitangueiras com Rua Alecrim lotes 1 e 2, loja 9

                • Lago Sul:

SHIS, QI 13, bloco E, loja 2

                    Para mais informações, visite a

página do Sabin na internet

                  .
 

 

COMENTE

post patrocinadoSabin
comunicar erro à redação