*
 

O vice-primeiro-ministro da Turquia, Veysi Kaynak, disse nesta quinta-feira (5/1) que as autoridades estão próximas de capturar o atirador que matou 39 pessoas em uma boate de Istambul na noite de Ano Novo.

Kaynak disse ao canal de notícias A Haber em uma entrevista que “o círculo está se fechando” em relação ao atirador que desapareceu após o ataque.

O primeiro-ministro disse que as autoridades acreditam que ele ainda está dentro da Turquia, embora não tenham excluído completamente a possibilidade dele ter saído do país.

Kaynak disse que acredita-se que o homem deva da minoria uighur muçulmana da China.

 

 

COMENTE

turquiaataque terroristaistambulboate
comunicar erro à redação