*
 

Um homem de 42 anos é acusado de cometer 931 crimes de abuso sexual contra crianças. O australiano usava um perfil falso do cantor Justin Bieber para atrair as crianças e adolescentes, de acordo com a polícia de Queensland, Austrália.

A polícia encontrou milhares de fotografias das vítimas no computador do homem. O suspeito não teve o nome revelado e já havia respondido processo por possuir material pornográfico infantil e por coagir menores de 16 anos a enviarem fotos nuas nas redes sociais.

O homem já era investigado pela polícia há muito tempo. Segundo o inquérito, os crimes aconteceram no período de 10 anos. O investigador Jon Rouse destacou o perigo do uso de redes sociais por crianças e adolescentes sem a devida monitoria por adultos.

“Essa investigação demonstra a vulnerabilidade de crianças que estão usando as redes sociais e aplicativos de comunicação, e o alcance global e a habilidade que os pedófilos têm para seduzir suas vítimas. O fato de tantas crianças acreditarem que elas estavam se comunicando com essa celebridade destaca a necessidade de repensar seriamente a forma como nós, como sociedade, educamos nossas crianças sobre segurança na internet”, disse o investigador Jon Rouse.

O suspeito irá responder por crimes de estupro, exploração de material pornográfico infantil e aliciamento de menores.

Com informações do Estadão

 

 

 

 

 

 

 

 

COMENTE

internetJustin BieberpedófiloPerfil Falso
comunicar erro à redação