*
 

Especialistas holandeses informaram nesta quarta-feira (28/9), após longa investigação, que o míssil responsável pela queda do voo MH17 da Malaysia Airlines, abatido em 17 de julho de 2014, foi disparado de uma área controlada por rebeldes ucranianos.

Segundo relatório dos investigadores, os armamentos teriam vindo da Rússia, aliada aos rebeldes, para onde teriam sido levados de volta após o episódio que causou comoção mundial.

A queda do voo MH17 causou a morte de 298 pessoas, a maioria delas holandeses.

 

 

COMENTE

HolandaucrâniaMalaysia Airlinesqueda de avião
comunicar erro à redação