*
 

O lutador brasileiro de MMA Sergio da Silva foi preso acusado de assaltar à mão armada cerca de US$ 50 mil (R$ 157 mil) de uma agência bancária no distrito do Queens, em Nova York, nos Estados Unidos. A informação, publicada primeiramente no portal TMZ Sports, foi confirmada pelo Departamento de Polícia de Nova York (NYPD, na sigla em inglês).

A prisão ocorreu na quinta-feira (31/8). De acordo com as autoridades, às 9h do horário local (10h de Brasília) do último dia 24, o brasileiro teria entrado em uma agência do Citibank, na Steinway Street, usando uma bandana no rosto. Na ação, ele pulou o balcão e declarou portar uma arma, ameaçando três bancários caso não lhe dessem o dinheiro.

As autoridades também afirmaram que Sergio foi identificado a partir das impressões digitais que deixou na agência. Após a investigação, o brasileiro foi preso em casa, que fica na mesma rua da agência atacada.

O último compromisso de Sergio havia sido em 24 de junho, no “Bellator 180 – Sonnen vs Silva”, quando foi finalizado por estrangulamento por Matt Rizzo. “The Savage”, como é conhecido, é lutador profissional da categoria peso-galo desde 2011 e possui cartel de seis vitórias e nove derrotas.

De acordo com o jornal New York Daily News, Sergio da Silva foi liberado pela Corte Criminal do Queens sem precisar pagar fiança.

Em sua conta pessoal no Facebook, “The Savage” publicou estar “realmente sobrecarregado pelo amor e apoio que tem recebido”. “Graças ao meu advogado fenomenal, estou em casa e ele está trabalhando duro para limpar e esclarecer tudo isso”, colocou.

 

 

COMENTE

EUAMMALutador
comunicar erro à redação