*
 

Um juiz do Canadá pode ser afastado das atribuições após fazer comentários controversos durante um julgamento de um homem acusado de estuprar uma mulher. Durante a sessão, o juiz Robin Camp questionou se a jovem “não poderia apenas manter os seus joelhos juntos”, além disso falou que “sexo e dor vêm juntos às vezes… Isso não é algo necessariamente ruim”.

O magistrado ainda foi capaz de dizer: “Por que você apenas não se esgueirou para que ele não a penetrasse”. As frases foram ditas durante um julgamento de cinco dias, que ocorreu em 2014, a uma jovem de 19 anos. Após os comentários virem à tona, Robin passou a enfrentar uma investigação sobre a sua conduta.

O pior é que o juiz não só ofendeu a vítima, mas ficou do lado do estuprador. “Gostaria que você dissesse a seus amigos, seus amigos homens, que eles devem ser bem mais gentis com as mulheres. Eles têm que ser bem mais pacientes. E eles têm que ter cuidado. Para protegê-los, eles devem tomar cuidado”, disse Robin à época.

Durante o julgamento, Robin disse que estava arrependido dos comentários. “Eu não fui um bom juiz. Fui rude e irônico”, afirmou, segundo o jornal The Mirror. A sessão, no entanto, foi suspensa, mas Robin deve enfrentar novamente a corte em novembro.

 

 

COMENTE

estuproJuiz
comunicar erro à redação