*
 

O papa Francisco se reuniu com duas vítimas de abusos sexuais de religiosos no Vaticano no último sábado (10/9), informou o padre Hans Zollner, responsável pela Pontifícia Comissão para a Proteção dos Menores.

A notícia foi divulgada nesta segunda-feira (12/9) pela Rádio Vaticano e o encontro marcou o fim da semana de reunião do grupo instituído pelo próprio Pontífice para debater os relatos de abusos do clero.

De acordo com Zollner, as duas mulheres presentearam o Pontífice com dois livros “Giulia” e “il Lupo”, que conta a experiência de uma menina abusada por um padre na Itália, e “Vorrei risorgere dalle mie ferite”, que conta a história de mulheres consagradas, ou seja, de ordens religiosas, e que também foram vítimas de abusos de sacerdotes.

“O Papa, daquilo que me falaram as duas mulheres, ficou muito impressionado e disse que quer seguir de perto também esses casos”, disse o padre à Rádio Vaticano.

Além de comentar o encontro, Zollner destacou os principais pontos debatidos pela Pontifícia Comissão. Segundo o religioso, haverá a criação de um dia específico de orações pelas vítimas de abusos, a criação de um “documento guia” sobre o tema para as Conferências Episcopais e a publicação de um site da Comissão.

 

 

COMENTE

Abuso sexualpapa
comunicar erro à redação