*
 

Logo após a cerimônia de canonização da missionária Madre Teresa de Calcutá, que dedicou sua vida aos pobres, o papa Francisco convidou, neste domingo (4/9), 1,5 mil pessoas de baixa renda e moradores de rua para almoçar pizza napolitana no Vaticano. Ao todo, foram entregues 3 mil pizzas napolitanas e 2,5 mil sfogliatelle, doce tradicional do Sul da Itália, feito com massa folhada.

De acordo com o representante da Santa Sé monsenhor Konrad Krajewski, o almoço ocorreu na Sala Paulo VI, no Vaticano. Os convidados eram, principalmente, pobres que vivem em dormitórios de abrigos na Itália da ordem fundada por Madre Teresa de Calcutá.

Eles viajaram em ônibus durante a madrugada para assistir à cerimônia de canonização de Madre Teresa, que reuniu 120 mil pessoas na Praça São Pedro. O almoço foi servido por 250 freiras e 50 monges, além de voluntários.

A pizza foi preparada por um restaurante típico napolitano por uma equipe de 20 pessoas. O estabelecimento se comprometeu a oferecer gratuitamente uma refeição por mês às pessoas atendidas pelos centros de Madre Teresa de Calcutá na Itália.

Se trata de uma nova iniciativa do papa com as pessoas mais necessitadas e sem lar, já que recentemente Francisco, além de ter dado sacos de dormir, doações e outros bens de necessidade, lhes ofereceu um dia na praia, uma tarde no cinema e visitas a museus do Vaticano.

Além disso, Francisco quis instalar chuveiros, cabeleireiro e barbeiro e um ambulatório nos arredores de São Pedro para que possam ser utilizadas pelos sem-teto que vivem nesta área de Roma. (Com informações da Agência Ansa e do Terra)

 

 

 

COMENTE

pizzavaticanopapa francisco
comunicar erro à redação