*
 

O Papa Francisco fez piada sobre a rivalidade entre Brasil e Argentina nos esportes ao comparar o Rei do Futebol, Pelé, com o craque Maradona. Jorge Mario Bergoglio se reuniu nesta segunda-feira (4/9) com um jovem brasileiro. “Ouvi Matheus falando em português. Queria perguntar: ‘mas quem é melhor, Pelé ou Maradona?'”, questionou o Papa ao brasileiro de 22 anos.

O rapaz é ex-dependente químico e integra a Comunidade Católica Shalom, recebida nesta segunda em uma audiência no Vaticano. Fundada em 1980, em Fortaleza, no Brasil, a entidade trabalha com evangelização de jovens. Em seus primeiros encontros, a Comunidade Shalom se reunia em lanchonetes e pizzarias. Agora, atua em vários países.

O Pontífice, que chegou à audiência com 40 minutos de atraso, respondeu por cerca de 20 minutos as perguntas dos jovens e destacou a necessidade de pregar uma misericórdia concreta. O Papa tirou as dúvidas de Juan, um chileno de 26 anos; de Justine, uma francesa de 25 anos, e de Matheus.

Demonstrando bom-humor, Francisco fez outras piadas, comentando sobre a falta de ânimo dos jovens. “Meu Deus, parece que estão dando calmantes para vocês dormirem”, brincou.

Rivalidade
Pelé e Maradona representam uma das principais rivalidades do futebol. O craque argentino já declarou diversas vezes que foi melhor que o brasileiro. Porém, os números favorecem o ídolo de Santos e Seleção Brasileira. Pelé contabiliza, entre os feitos mais expressivos, 1.281 gols e três títulos de Copa do Mundo (1958,1962 e 1970), além de duas Copas Libertadores pelo clube paulista.

“Dieguito”, por sua vez, tem no currículo dois campeonatos nacionais, por Boca Juniors e Napoli, e uma Copa do Mundo (1986), além de 365 gols — três vezes menos que Pelé.

 

 

COMENTE

Pelevaticanopapa franciscoMaradona
comunicar erro à redação