*
 

Os candidatos à Casa Branca nas próximas eleições dos Estados Unidos, Hillary Clinton e Donald Trump, se enfrentam em um debate nesta segunda-feira (26/9). A primeira questão do debate foi sobre os rumos da economia norte-americana e formas de aumentar a expansão econômica. Trump provocou Hillary, afirmando que ela não tem um plano para a economia.

A democrata rebateu e disse que Trump vive em sua própria realidade e é incapaz de ver as mudanças. Ela defendeu ainda o governo de seu marido, o ex-presidente Bill Clinton. Você vai expulsar empregos do país”, afirmou Trump para a democrata. “Você vai regular os negócios”, disse ele. “Eu sabia que seria culpada por tudo neste debate”, rebateu Hillary.

O republicano prometeu forte corte de impostos e ainda renegociar acordos comerciais fechados por Washington com outros países. Já Hillary afirmou querer criar uma economia que funcione para todos e não apenas para determinadas classes.

Hillary falou da necessidade de investir em manufatura, pequenos negócios e outras fontes de geração de emprego. “Temos que construir uma economia mais justa. Aumentar o salário mínimo e garantir pagamento igualitário para mulheres”, disse ela, destacando que os mais ricos devem pagar mais impostos.

Trump afirmou que os postos de trabalho estão deixando os Estados Unidos e indo para outros para países, como o México. “Estamos perdendo nossos bons empregos”, disse ele. “As companhias estão deixando o país.”

Crise de 2008
A política de cortar impostos dos republicanos ajudou a desencadear a crise financeira mundial e pode colocar os Estados Unidos em recessão, afirmou a candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton, no debate com seu rival, Donald Trump.

Trump criticou a política energética do presidente Barack Obama, classificando-a como um “desastre”. “Eu vou trazer empregos de volta”, disse Trump, acusando os democratas de não conseguiram melhorar a economia. “Em qualquer lugar que você vá neste país, você vai ver devastação.”

Questão Racial
O debate teve ainda como um de seus temas a questão racial. Ela defendeu controle de armas e um trabalho conjunto com a polícia. Já o bilionário afirmou que os negros e latinos no país vivem “no inferno”.

“Precisamos trazer a lei e a ordem de volta”, afirmou Trump, destacando que imigrantes ilegais formaram gangues violentas em várias cidades como Chicago. “Eles têm armas e atiram em nós”, disse ele. Já Hillary acusou o republicano de trabalhar para o lobby da indústria de armas.

Trump elogiou ainda a política de tolerância zero do prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani, destacando que ocorreu redução de crimes na cidade. Hillary mencionou que Trump foi processado há alguns anos por racismo em suas empresas. Trump afirmou que o caso foi resolvido judicialmente sem precisar admitir culpa

Estado Islâmico
Em uma discussão sobre segurança, o candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, e a democrata, Hillary Clinton, prometeram intensificar esforços para combater o grupo terrorista Estado Islâmico.

Hillary defendeu que precisa ser feito mais para combater o Estado Islâmico, incluindo a intensificação de ataques aéreos na região onde estão membros do grupo terrorista, contando com cooperação internacional. “Estamos fazendo progresso. Temos que vencê-los”, disse a democrata.

Trump culpou o presidente Barack Obama pelos problemas no Oriente Médio. Segundo ele, Obama criou um “vácuo” quando o país deixou o Iraque, que permitiu o nascimento do Estado Islâmico. Já Hillary argumentou que foi o presidente republicano George W. Bush, que antecedeu Obama, que fez os acordos sobre quando o país deixaria o Iraque.

Clinton destacou ainda que os EUA têm sido alvo de ataques de hackers, principalmente da Rússia. No período da presidência de Barack Obama, perdemos controle da segurança, afirmou Trump, também mencionando os ataques virtuais. “É um problema enorme.”

Trump acusou ainda Hillary de ser uma das responsáveis pela “bagunça” em que está o Oriente Médio atualmente, porque ela foi secretária de Estado dos EUA. Trump defendeu mais ações do país na região, incluindo com a cooperação da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Ainda na discussão sobre o Oriente Médio, Trump partiu para acusações pessoais e disse que Hillary “não tem controle”. Já a democrata afirmou que Trump não tem o “temperamento” adequado para ser o presidente dos EUA.

Armas nucleares
As armas nucleares são o maior problema para o mundo, não o aquecimento global como defende o presidente Barack Obama, afirmou o candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump.

Trump criticou ainda o acordo fechado com o Irã pelos EUA sobre a questão nuclear, acusando de ser o pior fechado pelo país. Hillary afirmou que em seu governo, o país vai honrar seus acordos.

Na fase final do debate, Hillary acusou Trump se ser desrespeitoso com as mulheres e afirmou que ele vê as grávidas como um empecilho para o bom trabalho das funcionárias de suas empresas.

Eu vou apoiar a democracia e essa eleição depende de vocês”, afirmou Hillary em suas palavras finais. “Eu vou fazer a América grande novamente”, disse Trump, mencionando o slogan de sua campanha. O republicano afirmou ainda que apoiaria a democrata se ela vencer as eleições em novembro.

 

 

COMENTE

TrumpHillary
comunicar erro à redação